Sabe aquela experiência que todo enófilo pede a Deus, com grandes vinhos sendo apresentados por seus produtores, em um painel extremamente didático e elucidativo? Pois é, ele aconteceu… E apenas para explicar, não tô falando de grandes Bordeaux, Borgonhas ou Supertoscanos que as garrafas valem cifras estratosféricas. Sim, sem dúvida isto seria uma experiência inesquecível. Mas neste caso, pra mim, uma grande experiência significa conteúdo aliado a didatismo e contato com quem faz! E foi isso que a Importadora Decanter proporcionou a um pequeno e seleto grupo de jornalistas! Juntando 4 gigantes do mundo do vinho italiano – Massimiliano Ferrari (Ferrari), Sergio Zingarelli (Rocca delle Macìe), Michele Umani Ronchi (Umani Ronchi) e Alberto Medici Ermete (Medici Ermete), de 4 diferentes regiões, estes produtores que são conhecidos como “The Fantastic Four”, conduziram uma degustação especial, com alguns de seus melhores vinhos.

Para não ficar muito longo, dividirei este post em 2 partes, a primeira com Ferrari e Umani Ronchi e a segunda com Rocca e Medici.

Ferrari é, para mim, o melhor e mais consistente produtor de espumantes italianos que existe. Localizado em Trento, norte da Italia, esta vinícola familiar (Familia Lunelli) produz espumantes desde 1902 e todos os seus espumantes são feitos pelo método tradicional (champenoise), e alguns deles, inclusive o de entrada, já bateu conhecidos e importantes champanhes em várias degustações às cegas pelo mundo. Para esta degustação, provamos 3 pérolas de Massimiliano:

Ferrari Riserva Lunelli 2006 (R$ 446,90): Com um amadurecimento de 84 meses (!!) sobre as lias dentro da garrafa, este espumante de 11 anos de idade feito somente com Chardonnay, mostra o verdadeiro potencial de guarda dos espumantes Ferrari. Mesmo com 11 anos, se mostra jovem, com muita fruta madura, mas ao mesmo tempo se sente frutas secas, grande complexidade, acidez e com espuma cremosa!

O Ferrari Perlé Nero 2007 (R$ 501,00) é igualmente jovem, mesmo com 10 anos de idade. E na minha opinião, deve envelhecer ainda melhor, muito pelo fato de ser feita 100% com Pinot Noir, o que lhe dá mais estrutura e uma fruta fresca mais intensa. Acidez também maravilhosa e um final mais do que longo!

Por ultimo, a jóia da coroa… Giulio Ferrari Riserva del Fondadore 2004 é um espumante também feito com 100% de Chardonnay e incríveis 10 anos de envelhecimento sobre as lias dentro da garrafa. E pra quem pensa que os aromas e sabor de frutas sumiu por conta da complexidade, pode começar a rever seus conceitos. É um dos espumantes mais complexos e incríveis que já tomei. E com muita vida pela frente!

Passado o espetacular início, descemos ao Marche, região litorânea da Italia (Mar Adriático) entre a Emilia Romagna e o Abruzzo. Umani Ronchi, outra vinícola familiar, é um dos grandes produtores da região, onde as uvas Verdicchio (branca) e Montepulciano (tinta), são as grandes estrelas. Mas eles também produzem vinhos com Cabernet Sauvignon, Merlot, Chardonnay e outras.

O Verdicchio Casa di Serra 2014 (R$ 139,20) é o vinho mais conhecido deles e um típico Verdicchio, que é uma uva com muita acidez e muito corpo. Um vinho bem untuoso, mesmo não passando nenhum tempo em barricas. Um vinho muito mineral, nem tão aromático, mas com uma presença em boca incrível e um final loooongo.

O Pelago 2010 (R$ 356,80) é um corte bem legal de Cabernet Sauvignon, Montepulciano e Merlot. Passou 14 meses em barricas, seguido de 12 meses em garrafa antes de ser comercializado. Um vinho muito legal, com 7 anos de idade e ainda potencial de guarda. Taninos bem presentes, mas pela idade, já estão macios. Muita fruta preta, terra, ervas, tabaco e um leve amargor no final, mas que não incomoda em absolutamente nada. Belíssima surpresa, que eu não conhecia!

O Campo San Giorgio 2010 é um 100% Montepulciano, quinta uva mais plantada na Italia e carro chefe da Umani Ronchi. Um vinho que passou entre 12 e 14 meses em barricas + 6 meses em grandes tonéis de segundo e terceiro uso e que mostra frutas mais frescas, mais acidez e taninos também mais presentes. Uma baita descoberta, de uma região pouco explorada e conhecida, mas com vinhos excelentes.

 

CHEERS!!

EnoDeco no Instagram: http://instagram.com/enodeco

Siga o EnoDeco no Twitter!

Torne-se um fã do EnoDeco no Facebook!

Beba moderadamente! O excesso de álcool é prejudicial à saúde